Os gatos

Se você vir um gato com olhar metálico, fuja!

Os gatos foi um livro escrito pela autora francesa Marie-Hélène Delval, simplesmente um dos melhores livros que já li, a narração, o mistério, a criatividade, tudo foi excelentemente narrado pela autora.

Para aqueles que gostam de livros curtos, Os gatos é uma boa pedida, o livro não passa de 115 páginas, possui 13,5 de largura e 20,5 de comprimento, as letras são grandes e há mais de um centímetro de margem em cada folha. O livro contém cerca de 26 capítulos, contando com uma espécie de diário que Dado escreve. Mas cheguei a esse número contando capítulo por capítulo, pois no livro não há um sumário e no capítulo não a título, muito menos um número, em lugar disso a um imenso vazio.

Bem, a história começa com Tião (Sebastião), um garoto filho de pais órfãos, que conhece Dado (Damasceno) que o adota como avô, os dois têm um belo relacionamento. Tião está de férias, mas seus pais estão com dificuldades financeira e não podem leva-lo a praia ou acampar, mas Tião não se entristece, ele prefere ficar com Dado a ir a praia ou acampar.

Dado por outro lado se sente solitário (sua mulher e filha morreram fazia tempo), e se alegra sabendo que Tião virá todos os dias do verão em sua casa. Chegando lá, Tião observa um gato preto com um olhar metálico. Tião tem pressentimentos ruins contra o gato, mas não dá tanta importância, pois é um simples gato.

No dia seguinte Tião vai até a casa de Dado de bicicleta, mas a para repentinamente, no chão ele vê um pombo degolado, mas parece que só chuparam seu sangue, sem comer sua carne, Tião fica intrigado com aquilo achando que foi o gato. Quando chega lá, Tião vê dois gatos! No dia seguinte uma galinha morta é encontrada no galinheiro de Dado, ela estava com os mesmos sinais do pombo: degolada e parecia que só haviam chapado seu sangue. E no mesmo dia da galinha morta estavam três gatos.

O que era um pressentimento, agora era uma realidade. Nas noites seguintes, um coelho foi degolado, era um gigante de Flandres, um macho gordo marrom, Dado olhou para sua casa, agora eram quatro, Tião já sabia. Nos dias seguintes uma ovelha foi degolada, Tião pergunta a Dado quantos eram de manhã, Dado reconhece e diz que eram cinco!

Dado descobre o mistério dos gatos, na verdade eles são demônios, eles bebem o sangue de suas vítimas e se multiplicam. O plano é o seguinte: o sexto gato vem junto com os outros, bebem o sangue de Dado ou Tião chamam o sétimo gato e reencarnam um demônio. Mas felizmente Dado tem uma solução, um ritual para destruir de uma vez por todas os gatos e o demônio. Mas ele terá que dar sua vida.

Tião adoece, era o que Dado esperava, os gatos rodeiam a casa de Dado, ele sabe que eles irão chupar seu sangue para reencarnar o demônio de Astaroth, Dado começa a fazer o ritual sua casa pega fogo e ele e os seis gatos morrem.

Tião, como esperado, se entristece por completo, mas uma sensação de alegria e tristeza lhe toma a alma, sua mãe está grávida de um irmãozinho, ou irmãzinha (por isso a razão da dificuldade financeira). Tião se alegra, mas por outro lado, Dado nunca mais estará ao seu lado.

Os gatos foi um livro fora de série que li, o mistério dos gatos, a narrativa do lugar foram incríveis, realmente daria de presente para qualquer pessoa, menos aquelas que têm medo de histórias de demônio, apesar de que essa parte aparece somente no final do livro.

Ficha do Livro

Título Os gatos
Autor Marie-Hélène Delval
Tradução Danielle Goldstein
Título Original Les chats
Editora Melhoramentos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s