A boa madeira

Na cidade japonesa de Nara, um pagode de madeira com 37 metros de altura permanece firme há 1.300 anos. Raras são as estruturas modernas similares, em parte devido ao medo de incêndios. Mas o arquiteto canadense Michael Green quer mudar essa situação, e projetou um arranha-céu de 30 andares em Vancouver. Segundo ele, os enormes painéis de madeira laminada são mais resistentes ao fogo que as vigas usadas na construção civil – do mesmo modo que os troncos são menos inflamáveis que os gravetos.

Ao contrário da produção de concreto e aço, que requer a emissão de muito dióxido de carbono, prédios de madeira armazenam carbono que, de outro modo, seria lançado na atmosfera com a queima de árvores. Londres tem um de nove andares para uso residencial, e há o projeto de um espigão de 16 pisos em Kirkenes, na Noruega. A meta de Green é proporcionar moradias acessíveis àqueles que hoje vivem em barracos precários como nas favelas brasileiras. – Por Alex Hoyt

Texto originalmente publicado em: National Geographic.

Outras estruturas de madeira:

Catedral de São Jorge, Guiana

Catedral de São Jorge, Guiana

Horyuji, Japão.

Templo Horyuji, Nara, Japão.

Arte do projeto em Vancouver, Canadá.

Arte do projeto em Vancouver, Canadá.

Torre de rádio em Gliwice, Polônia.

Torre de rádio em Gliwice, Polônia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s