Entre Raízes de Família e dos Games

Artista recria personagem da série Zelda com seu traço característico: a simpatia

Flávio Croffi

Eddie Goméz, 30 anos, é um cara que tem um jeito peculiar de desenhar: usa traços fortes. E estes “rabiscos”, como ele mesmo define, são o resultado de anos e mais anos de prática (e tem também um pouco de carga genética), que o fizeram desenvolver cada vez mais o seu trabalho. Vindo de uma família de desenhistas, já que o pai, o irmão, o primo tatuador e até o avô tinham um grande apreço pelos desenhos, sua maior inspiração vem justamente das raízes familiares.

Morador da cidade de São Paulo desde que nasceu, Eddie “rabisca” desde bem pequeno, mas começou a ganhar dinheiro com isso aos 17 anos. Em 2011, ele comemorou seis anos de trabalho no mercado da moda, desenhando para grifes famosas entre os jovens, com marcas de surfe e de skate.

Para chegar onde está, e finalmente ”conseguir sobreviver” com a arte que produz, o rapaz passou por uma pancada de empregos, que vão desde lanchonetes, lojas de shopping e até bancos e nem sempre ganhava dinheiro com as ilustrações que fazia.

Eddie nunca foi um jogador aficionado ou hardcore, mas joga desde criança. Hoje ele tem um console de última geração e, com muito custo, revela quais são os personagens que mais admira.

“Não sei se tenho um favorito, assim como não tenho um artista ou banda que coloco acima dos outros… Mas gosto do Dante da série Devil May Cry. Acho um personagem muito bem construído. E definitivamente da Mai Shiranui, dos games de luta da SNK [Fatal Fury e The king of Fighters]”.

Em relação aos personagens da própria Big N, o artista revela que tem uma afinidade maior com Link, pois gosta mais do personagem do que da própria Zelda. “Acho ele, junto com Samus, o personagem mais bacana da Nintendo”, diz.

Para criar suas artes, Eddie usa papel, lápis, nanquim, pincel e, de vez em quando, o programa Adobe Photoshop para colorir. Para ver outros trabalhos do paulistano, visite o portfólio dele em www.designup .com.br/pro/eddiegomez ou o blog ilustradorordinario.blogspot.com.

Esse é o Eddie

 

Texto originalmente publicado em: Nintendo World, nº 151, pág. 96.

Anúncios